Comunicados de Imprensa

Sage apresenta resultados financeiros semestrais

12 maio 2015

  • Receita orgânica do grupo Sage cresceu 6% no primeiro semestre do ano fiscal, face ao mesmo período do ano passado, para £642 milhões;
  • A receita orgânica recorrente aumentou 8%, para £463 milhões, em linha com as expectativas do Grupo Sage, com um crescimento de 29% nas receitas de subscrição de software. A receita orgânica recorrente representa agora 73% da receita orgânica do Grupo (mais 1% que no mesmo período do ano passado);
  • Receita de software e outros serviços relacionados com software (SSRS) registou uma valorização de 2%, um valor acima do esperado, resultado de algumas alterações no setor, incluindo uma alteração regulamentar na Malásia que contribuiu aproximadamente com cerca de 50 pontos base para o crescimento da receita orgânica do Grupo;
  • Aumento da margem operacional reflete a melhoria operacional impulsionada pelo crescimento orgânico e gestão disciplinada dos custos e suporta o objetivo de 28% de margem de lucro operacional para este ano fiscal, que termina a 30 de setembro;
  • Sage ERP X3, a solução ERP global para clientes de mid-market, registou um crescimento de 10% no 1º semestre, contra a evolução de 7% verificada no mesmo período do ano passado, cumprindo o objetivo do Grupo de um crescimento de dois dígitos;
  • Número de subscritores do Sage One, a solução global de cloud para pequenos negócios e startups, aumentou para 115.000 (59.000 no 1º semestre de 2014);
  • O modelo de subscrição continua a evoluir com mais de 550.000 contratos de subscrição de software e um valor anualizado de subscrição de £260 milhões.

 

“Terminámos o primeiro semestre com um desempenho muito positivo e permanecemos no bom caminho para atingir os nossos objetivos financeiros no final do ano. O crescimento de 8% nas receitas recorrentes demonstra a força do nosso negócio e a qualidade da relação que mantemos com os nossos clientes. Tivemos uma série de benefícios no segundo trimestre que, embora encorajadores, é improvável que voltem a ocorrer no segundo semestre, e por isso mantemos inalteradas as nossas expectativas para o ano em curso”, refere Stephen Kelly, CEO do Grupo Sage.

Stephen Kelly adianta: “Já estamos a fazer alterações para facilitar e apoiar os nossos planos de crescimento a longo prazo. Estas alterações estão a ser cuidadosamente introduzidas para garantir o mínimo risco para o negócio. Estas incluem alterações ao nível organizacional e de produto, que irão ajudar a impulsionar o crescimento sustentável e rentável nos próximos anos. Estamos no início desta jornada que levará ainda algum tempo para implementar integralmente”.

“Olhando para o futuro, temos uma oportunidade significativa para fortalecer o valioso relacionamento que temos como parceiro de confiança para milhões de pequenas e médias empresas. As mudanças que estamos a fazer vão permitir-nos ser ainda mais decisivos no apoio ao sucesso de pequenas e médias empresas a nível global. Estamos ansiosos para fornecer mais detalhes sobre estas iniciativas, em junho", conclui Stephen Kelly.

Sage © The Sage Group plc 2019 . Todos os direitos reservados